Licença para poetar

Figura angelical

Um mar revolto

um disfarce

equilíbrio

sua face

tempestade

temporal

calmaria

sua figura angelical

trovão

faísca na janela

sua presença

mais que bela

harmonia

dos seus braços

suavidade

dos seus passos

Deixe seu comentário